terça-feira, 17 de março de 2009

A Colina


21 DE MARÇO- TEATRO ARMANDO CORTEZ - 21:30
27,28 DE MARÇO E 4 DE ABRIL - ESPAÇO MUNICIPAL DA FLAMENGA - 21:30

7 comentários:

Sónia Castro disse...

Está quase!!!!
Merda para todos.
Bjs.

Nuno Martins disse...

Meu Deus, grande peça! Agradeço-vos a todos do fundo do coração esta demonstração e esta mensagem porque realmente bate-nos muito fundo e faz-nos ver a vida... da melhor maneira. Parabéns especiais para o Rúben pela força com q agarrou o papel, ao Trevor q agarra e vai agarrar ainda mais estrelas e à Lú (Aurora) da qual sou fã e q é uma fantástica actriz e pessoa! P o Mestre fica aquele abraço de SEMPRE c um grande reconhecimento e amizade!

Anônimo disse...

Olá a todos

Fui à vossa estreia…
Ainda estou sem grandes palavras…
Primeiro que tudo… Obrigada!
Não sei o que diga… perante o vosso espectáculo…
Não consigo encontrar palavras para descrever o que senti….
Senti frio com o vento…
Senti um sorriso num actor que esteve meia hora em pé a sorrir para as estrelas quando todos conversavam…
Senti medo… com um tiro…
Senti tristeza ao ver uma corda de enforcamento…
Senti conforto quando o Trevor se sentava com o irmão num fardo de palha a olhar para as estrelas…
Lembrei-me de quando era miúda quando ouvi os grilos…
Senti que as danças dos romenos trouxeram um encontro magnifico entre duas culturas… uma ponte…
Achei magnífica a passagem de candeeiros de um lado para o outro do palco…
Foi tudo cuidado ao detalhe…

Não consigo dizer exactamente dizer o senti na/com a vossa peça…
Não consigo dizer o que a vossa peça causou em mim…
A actriz que faz o papel de feiticeira é magnifica...
Assim como outros que não consigo enumerar…

Agora para o Miguel Mestre:
Não consigo dizer-te o que a tua peça causou em mim…
A única palavra que me ocorre é que a peça “é surpreendente”…
Mas dizer só isso não chega!
Devo-te ainda um pedido de desculpas…
Porque o valor que te atribuí não é nem perto… o valor que tu tens!!!!!!

Obrigada pela tua/vossa peça
Agradeço que me informem sempre das próximas estreias!

Obrigada
Urânia P

kel disse...

Foi maravilhoso!
Esta peça é maravilhosa!
Obrigada Michael!
Obrigada a todos...o palco é nosso!

Miguel Mestre disse...

Se um dia as luzes se apagassem e o pano se fechasse de vez, o mundo deixaria de ser um bocadinho melhor.
A magia impar que nos une a todos, a alegria unica que nos caracteriza só são possiveis graças aos principios basicos deste grupo - o Amor à Arte, o facto de fazermos Teatro AMAdor.
O Teatro Amador sofreu profundas alterações com os tempos modernos, O Contra-Senso orgulha-se e muito de Amar o Teatro , de fazer Teatro Amador.
Desprendemo-nos de tudo o que é terreno e focamo-nos unicamente na magia da Arte.
Crescemos, amadurecemos e aprendemos dia-a-dia com a vida no sentido de tornarmos cada vez mais o Teatro Contra-Senso no mais puro dos Teatros Amadores.
Amar as luzes e o black-out, Amar o palco e a teia, Amar o Actor e a Actriz, Amar cenario e o adereço ...Amar tudo o que nos rodeia tendo em mente que se amarmos profundamente conseguimos atingir o nosso objectivo que é passar a mensagem ao publico.
O que destingue o mais puro da Arte Amadora, da Arte comercial, é que o cifrão nunca sobrepoe o coração.
Viva para todo o sempre o Teatro Amador ... e que por este país fora os actores amadores ponham sempre o coração a cima de tudo.

Adrian disse...

Foi uma honra participar nesta peça, foi uma honra trabalhar convosco! São um grupo extraordinário, de enorme talento e fazem um trabalho magnífico! Parabéns e obrigado!

Ana Tavares disse...

Obrigada por me fazerem sair de casa numa noite fria, para ir ver as estrelas...
As mesmas estrelas q o Trevor via e as outras - todos vós.

Muitos Parabéns e pf n deixem de me surpreender.